Como é um funeral muçulmano?

Tirei do PÚBLICO:
Idealmente, um muçulmano deve morrer virado para Meca e recitando a profissão de fé “Não há outro deus senão Alá e Maomé é o seu Profeta”, palavras que se o moribundo não conseguir dizer, podem ser proferidas por familiares.
Para o funeral, a rapidez é uma das regras: quem morre de manhã deve ser enterrado antes do anoitecer; quem morre à noite deve ser sepultado na manhã seguinte.
Outro ponto importante é o banho ritual (“ghusul”): o corpo é banhado um número ímpar de vezes, uma tarefa feita pelos familiares do mesmo sexo do morto.
No entanto, se um morto for um mártir (“shahid”, o que morre na defesa da sua fé ou em luta contra os infiéis), este ritual é dispensado e o morto é enterrado com as roupas que vestia.
O corpo é depois envolvido num lençol branco e levado numa espécie de padiola – os caixões são de evitar a não ser que sejam completamente indispensáveis, por o terreno estar demasiado húmido ou as terras muito soltas.
O morto é coberto por um pano branco ou verde.
A sepultura deve ser funda, a cerca de um metro e meio, e o serviço fúnebre costuma ser simples.
É feita uma oração em que se pede perdão pelos pecados; no caso dos mártires e crianças a oração fúnebre não inclui este apelo, já que as crianças não são consideradas responsáveis pelos seus actos e os mártires consideram-se absolvidos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s