Águas passadas

Argentino admite ter “dopado” o Brasil na Copa-90

Quarta, 19 de janeiro de 2005, 09h47

Atualizada às 10h16

Quase 15 anos depois, a eliminação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1990 ainda causa polêmica. Em entrevista à revista Ventitres, divulgada nesta semana, o ex-técnico da Argentina Carlos Billardo admitiu que foram misturados tranqüilizantes na água dada aos brasileiros.

O Brasil, dirigido por Sebastião Lazzaroni, perdeu para os argentinos por 1 a 0, gol de Cannigia, e foi eliminado nas oitavas-de-final da competição.

A Argentina chegou ao vice-campeonato.

“Não posso dizer que não aconteceu”, disse Billardo, que é médico.

Durante a partida, em uma jogada em que Diego Maradona foi atingido, o massagista Miguel Di Lorenzo deu uma garrafa de água para o lateral-esquerdo Branco beber. Após tomar o líquido, o brasileiro reclamou que havia ficado tonto.

“Eu dizia para ele tomar e ele bebeu tudo. Depois, ficou tonto e mal conseguia chutar a bola”, contou Maradona, durante uma entrevista a um canal de TV argentino, em dezembro.

Segundo o ex-jogador, quase todos os brasileiros pediram água para os argentinos durante a partida e receberam a garrafa suspeita.

Redação Terra

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s