Perestrelo nos deixou


Jorge Perestrelo – 1948/2005
O fantástico e inigualável Jorge Perestrelo, um dos melhores narradores de Portugal, nos abandonou no fim de semana.
Agora já não haverá mais “ripa na rapaqueca”, nenhum jogador sairá “sacudindo a bunda”, nem teremos mais “bandeiras defraldadas ao vento”.
Como disse Fernando Correia, Perestrelo era um irreverente e a última das irreverências que cometeu foi nos deixar tão cedo.
Devo dizer que eu tonteei quando ouvi a notícia, no Sábado de manhã ao acordar.
De repente, perde-se tudo.
«Das três décadas em que nos cruzámos nas casas da Rádio, retenho o anel de fogo de algumas palavras, a tua gargalha que tinha uma música de trovoada boa, uma gargalhada que vinha dos alicerces mais fundos da alegria (…)».
Fernando Alves – 09:30 09 de Maio 05

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s