companhias: dois mais um

Trouxe comigo dois livros. Os detectives selvagens, de Roberto Bolaño e O cavaleiro inexistente, de Italo Calvino. A estes juntou-se Os homens que não amavam as mulheres, de Stieg Larsson, que comprei no Aeroporto de Salvador e desbancou os anteriores. É envolvente e uma espécie de leitura compulsiva, bem como me disseram que era.
O do Calvino, coitado, me acompanha nos últimos meses em viagens, não me segura muito, mas é fininho. Está, definitivamente, com complexo gonçalo m. tavares – jerusalém, um outro livro que tenho e que por ser fininho me acompanha em várias viagens, mas nunca chegamos aos finalmentes.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s