ainda sobre limites

o benfica criou as suas limitações. aliás, ficou explícito que não era uma fantasia levar um bom resultado daquele estádio que dizem ser de um dragão. era mais 3 minutos de concentração coletiva. assim não se quis. não gostei de jesus se ajoelhar. está errado. um treinador nunca se ajoelha. tem a obrigação de ser o guia de determinação, permanentemente. depois de 2 dias voltou a esperança – e prefiro assim. e se o porto não vencer na última jornada? é difícil, mas não é impossível, nunca se sabe, veremos. e amanhã será tão bom festejar. o lado bom: agora é preciso jogar para salvar a época, comer a relva, fazer o que for preciso, superar-se. se desta vez a sorte brilhar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s