sobre erros

um erro não é bem um erro. mas quando se erra a segunda vez, nas mesmas circunstâncias e condições, já com a experiência, aí sim é um erro. é, no entanto, um conceito que foge ao dolo, à negligência, à culpa e até à intenção. a culpa é uma das mais febris invenções da humanidade. às vezes apaga fogos de consciências que não aceitam o vislumbre do espelho. às vezes serve para evitar os progressos da alma.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s