a noite fria e quente de saramago, parte ii

25 de abril sempre!, gritou um senhor ali atrás, entre as palmas, ao lado do inconformado encenador, que não parava de pensar que a estagiária tinha perdido as deixas, coisa que ninguém na sala tinha reparado. deixas? o que é isso? deixa-a! 25 de abril sempre! como conseguia se prender nestes detalhes com as tropas já a chegar? acorda josé, veste o casaco, ainda temos de ir ao multibanco levantar vinte euros para apanhar um táxi.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s