00h00 – 23/02

em carnide, na praça quase deserta, parecia estarmos fora de lisboa. do mundo? as casas baixinhas, o silêncio, as ruas sem carros: um óasis que emerge ao lado das ocultas vias rápidas. na praça uma guitarra flutuava no frio da noite. ela não acompanhou o coro de vozes que cantaram feliz aniversário. estará arrependida?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s