A maldição da dúvida

Faltou tentar o impossível. Ele estava furioso. Furioso porque não tentara, porque acreditara que era impossível. Furioso porque apenas quando assentou os dois pés em Cartago, já muito longe de Roma, percebeu que nem a si próprio conseguia explicar o motivo para se ter abstido de tentar invadir o maior inimigo do seu povo, tendo estado, literalmente, às portas da maior de todas as conquistas.

Poucos compreendiam o que passara: a extrema falta de meios na chegada à capital da República Romana e os enormes custos da travessia genial dos Alpes. Perdera inúmeros homens. No entanto, a moral do seu exército ficara tão alta quanto o cume daquelas montanhas geladas. Devia ter tentado. Talvez Roma tivesse sucumbido.

E ainda houve aquela carta desesperada de Cartago, dando conta da aproximação de exércitos romanos, enquanto ele mantinha o cerco às sete colinas mais importantes da península itálica.

O grande general, mestre em estratégia claudicou. Sabia que o desfecho da batalha teria sido, provavelmente, terrível para as suas tropas. Porém, agora, enfrentava uma maldição muito pior do que a morte. A maldição da dúvida. E tinha sido ele a aceitar que tinha um objetivo impossível de alcançar. Sentia na sua mente uma ferroada permanente, que ardia como fogo na sua alma.

Fizeste a travessia impossível das montanhas mais altas. Mas desbarataste a fé nas tuas forças à porta do êxito, à porta do Império que agora se reergue sobre a tua hesitação. A velha loba tornar-se-á ainda mais forte. Cartago, que fez o mundo tremer com a sua ambição, sucumbirá pela falta de ousadia no momento em que os Deuses preparavam-se para a bênção da vitória, dizia todas as noites um velho que invadia os sonhos de Aníbal.

Ele acordava e repetia para si próprio: faltou tentar o impossível.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s