La plata

Fica do outro lado do rio e parece quase do outro lado da vida. Estive lá alguns meses, naquela paz.  Mas tive de voltar. Esperavam-me a minha mulher, os meus filhos e os meus pais. E um sobrinho também. O meu irmão o deixou comigo quando foi combater junto com os farrapos. Eu até que gostava de ir junto com ele. Mas como não me convocaram para a guerra e nem me descobriram, fiquei cuidando da família. Achei que o destino ditara esta decisão. Deus escreve certo por linhas tortas – ao menos devo ir para o céu.

O Rio da Prata é largo e cheio de correntes. É inimaginável. Colónia do Sacramento deitou-nos um olhar gelado ao ver-nos embarcar naquela quinta-feira. Um grupo musical despedia-se em lágrimas que se misturavam com o rio e a chuva. As melodias eram de esperança. Nas malas trazíamos mantimentos e persistência.

Fizemos a travessia para a paz naquele mar de dúvidas. A tempestade estava mais em mim do que na atmosfera. Os índios manobravam o barco com saber e com uma vontade própria de quem fugia também. Um índio neste novo mundo apenas tem sossego fugindo. Nunca vão encontrar refúgio. Tudo isto é o contrário do que era, do que devia ser. Talvez encontrem a paz na própria busca. A paz, a paz, a paz. Repito-me, mas era tudo o que eu queria, Nestor.

Com o tempo aburguesei-me em Buenos Aires. Vivia na zona mais rica da cidade, criava cavalos puro-sangue e me passeava pelo tapete vermelho do Teatro Colon. Mas vivia uma falsa paz, sempre interrompida. Se me trouxessem para aqui a outra margem, é o pensamento que sempre carrego comigo. Esteja na margem que estiver. O meu lugar já não sei onde fica.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s